18 Passos de Como Elaborar uma Proposta de Preços Eficaz

18 Passos de Como Elaborar uma Proposta de Preços Eficaz

 18 Passos de Como Elaborar uma Proposta de Preços Eficaz 

Vender para o Governo, seja ele Federal, Distrital, Estadual o Municipal tem atraído muitos médios e pequenos empresário, porém a maioria tem problemas, por não conhecer o mundo das licitações Públicas e não querem ou não podem contratar uma Consultoria para orientar-lhes nos diversos aspectos que envolvem as Licitações Públicas e os Contratos Administrativos.

Lembro que a confecção de Proposta de preços para a iniciativa privada, deve seguir um modelo totalmente diferente deste na qual estou expondo e na qual eu não o farei.

Para tentar cobrir este despreparo inicial, este artigo lhe ensinará os “18 Passos de Como Elaborar uma Proposta de Preços Eficaz” para participar de Pregões Presenciais ou Eletrônicos e Concorrências Públicas, para  Prestação de Serviços Contínuos de Locação de Mão de Obra.

18 Passos para elaboração da uma Proposta de Preços Eficaz

  1. A Principal tarefa que o licitante deva fazer é ler e reler pelo menos umas 05 vezes o Edital da licitação e anotar os principais pontos exigidos na confecção da Proposta de Preços e também vasculhar o Projeto Básico ou Termo de Referência, conforme situação (Pregão ou Concorrência).
  2. Ao Fazer a proposta, utilizar sempre papel timbrado, parece óbvio, mas já participei de algumas licitações em que a proposta foi feita em papel não timbrado e claro o licitante foi desclassificado.
  3. No preâmbulo da Proposta, datar e colocar os dados do órgão licitante e o setor para qual será enviado a Proposta. Geralmente é uma Comissão de Licitação ou o Pregoeiro.
  4. Após o item anterior, colocar a referência da licitação, como: Tipo de Licitação (Pregão Presencial, Pregão Eletrônico ou Concorrência) e o Número da mesma conforme o Edital e a data e hora da abertura do certame.
  5. Apresentação da Empresa: Fazer uma descrição da empresa, incluindo endereço completo, CNPJ, fone/Fax, E-mail, nome do responsável pela empresa, naturalidade, estado civil, RG e CPF.
  6. Objeto: Aconselho a usar a descrição exata que consta no edital e no Projeto Básico/Termo de referência, caso sejam diferentes utilize a primeira.
  7. Descrição dos Serviços: Os serviços deverão ser descrito conforme Projeto Básico/Termo de Referência, não precisa ser idêntico, mas que contenha todos os dados fornecidos pelo edital.
  8. Local de Execução dos Serviços: Descreva o endereço completo do Local onde será executado o serviço.
  9. Efetivo: Digite aqui a(s) Categoria(s) a serem a ser(em) utilizada(s) bem como o quantitativo de profissionais para cada categoria.
  10. Dados bancário: Descreva o nome de seu Banco, o Número de seu banco, o Nome da Agência, o Número da Agência e o Número da Conta Corrente.
  11. Validade: Descreva aqui a validade de sua proposta de preços, observe a validade mínima que conste no edital (nunca menor que a exigida).
  12. Preços: Descreva o valor Global do Contrato (em Moeda nacional e valor por extenso), além do valor Mensal (valor e extenso). Neste mesmo item em um parágrafo separado informe o nome da(s) categoria(s) profissional(ais) e o(s) respectivo9s) CBO além do Acordo, Convenção ou Sentença Normativa do Trabalho e o nome dos sindicatos participantes (obreiro e patronal).
  13. Declarações: se o Edital exigir faça aqui a(s) sua(s) declaração(ões), não confundir com as declarações relativas aos documentos de habilitação.
  14. Alteração Contratual: Alguns Editais não menciona no corpo, mas trazem na Minuta do Contrato anexo ao edital. Recomendo que transcreva o que está na minuta na íntegra.
  15. Repactuação: Prestar bem atenção neste item, por que se o edital não prevê, você não poderá solicitar repactuação após 12 meses conforme Decreto 2271/1997. Recomendo que transcreva tal qual encontra-se na Minuta do Contrato e se não houver, transcreva em conformidade com o Artigo 5º do Decreto 2271/97.
  16. Prazo do Contrato: Informe o prazo do contrato conforme encontra-se no edital.
  17. Administração: Apesar dos editais não exigirem este item, recomendo que faça parte da sua proposta e informe que a Administração dos serviços objeto desta licitação será de exclusiva responsabilidade da sua empresa.
  18. Finalize com um parágrafo de efeito e coloque o carimbo de sua empresa, onde conste a razão social, o nome e o cargo do responsável pela assinatura da proposta, que deve ser o mesmo informado no preâmbulo do edital.
    .





OBS: Se a Licitação for Federal, a repactuação geralmente já está previsto este item, porém se for estadual, distrital ou municipal e não houver previsão de Repactuação, impugne o edital de imediato. Recomendo ler o Artigo “Reequilíbrio Econômico-Financeiro – Como fazê-lo?” publicado neste Blog.

Considere este Artigo apenas como um Roteiro para você seguir ou não, cada licitação é diferente de outra. Tem órgãos que colocam o modelo da proposta no edital, neste caso utilize-o, porém como esses modelos são muito simplificados, aconselho que transcreva os Itens 14 e 15 quando não for contemplado no modelo proposto.

É Bom lembrar que não há obrigatoriedade de se utilizar o modelo proposto no edital, há não ser que o edital exija.

Para facilitar ainda mais, segue em anexo um Modelo de Proposta, Click Aqui!


 

O Proprietário deste Blog é Marcos Antonio da Silva, Atuando neste setor desde 1987 e já participou de centenas de licitações nesses últimos 30 anos no Estado do Amazonas.

Livros Publicado pelo Autor:

  • Como Entender O Processo de Habilitação em Licitações Públicas
  • Comentários Sobre o Decreto 5.450 de 31/05/2005 – Regulamento do Pregão Eletrônico
  • Coletâneas de Artigos Sobre Licitações Públicas – Parte 1
  • Coletâneas de Artigos Sobre Licitações Públicas – Parte 2
Marcos Antonio Silva
Graduado em Química Industrial, Pós-Graduado em Gestão Empresarial, Pós-Graduando em Licitações e Contratos Administrativos, Consultor na área de Licitações e Contratos desde 2010, Participando de Licitações Públicas desde 1988.