Revisado em 11 de maio de 2022

Fiança bancária ou seguro garantia: Saiba a melhor opção

Pode ser difícil escolher entre a fiança bancária ou seguro garantia, uma vez que possuem propósitos semelhantes, como o resguardo das obrigações assumidas pela empresa, e o devido cumprimento do acordo.

No entanto, existem algumas diferenças importantes, como a entidade reguladora responsável pela sua emissão. 

Além disso, ambos possuem suas vantagens e desvantagens, que podem trazer dúvidas para os contratantes no momento de optar por um serviço.

Nesse caso, é importante conhecê-los para entender qual é a melhor opção para sua empresa. Veja mais detalhes sobre como optar entre fiança bancária ou seguro garantia e quais as suas distinções.

O que é a fiança bancária?

A carta fiança bancária é uma garantia assumida pela instituição bancária, que se coloca na posição de fiador, para certificar o cumprimento das obrigações assumidas pela empresa, tida como afiançada.

Esse recurso pode ser utilizado tanto por pessoa física quanto pessoa jurídica, para assegurar que os termos acordados serão atendidos. A fiança bancária pode ser utilizada em diversos segmentos de atuação, até mesmo em operações do comércio internacional. 

Além disso, são as instituições bancárias que oferecem o serviço aos seus clientes, responsáveis por pagar as tarifas impostas na transação bem como as taxas de comissionamento. 

No entanto, fica facultativo ao banco a oferta deste seguro, bem como os limites que serão praticados na oferta da garantia. Em alguns casos, a fiança bancária pode ser exigida para as empresas que estão participando de uma licitação, normalmente pública. 

Existem diversas modalidades de carta fiança bancária, como as seguintes: 

  • Garantia judicial: utilizada como garantia judicial em casos de reclamações trabalhistas, ações cíveis e execuções fiscais;
  • Garantia licitante: utilizada para assegurar que a empresa (segurado) tenha condições para cumprir os termos acordados em contrato;
  • Garantia imobiliária: utilizada para assegurar a término de uma obra ou o reembolso dos valores pagos, para os casos em que a construção não for concluída.

O que é seguro garantia?

Enquanto isso, o seguro garantia é um tipo de apólice que assegura o cumprimento das obrigações assumidas em um acordo, mas é oferecido por empresas autorizadas pela Superintendência de Seguros Privados (SUSEP).

A seguradora entra como a parte que garante que os termos serão atendidos. Em casos de descumprimentos, haverá o pagamento de uma indenização à empresa que está contratando os serviços da companhia segurada. 

Além disso, o seguro garantia pode ser utilizado como um depósito caução para confirmar a assinatura de um contrato, em casos de obrigatoriedade de pagamento adiantado. 

Existem diversos tipos de coberturas para essa apólice, como: 

  • Garantia judicial: utilizado como confirmação de cumprimento da obrigação pecuniária hipotética;
  • Garantia licitante: utilizado para assegurar a validade de uma proposta licitatória;
  • Garantia executante: utilizado em obras, construções, indenizando possíveis prejuízos por descumprimentos de cláusulas contratuais;
  • Garantia imobiliária: utilizado para garantir a entrega de um imóvel adquirido ou a devolução dos valores desembolsados;
  • Garantia contratual: utilizado para assegurar empresas públicas e privadas quanto ao cumprimento de contratos firmados.

No entanto, existem outras coberturas que podem ser incluídas no seguro garantia, conforme disponibilidade da seguradora. 

Fiança bancária ou seguro garantia: qual é a diferença?

diferença fiança bancária seguro garantia

As duas modalidades possuem a mesma proposta, de modo que da fiança bancária ou seguro garantia visam garantir que os contratos firmados sejam cumpridos. Contudo, suas características são distintas.

O primeiro ponto de diferença é que a carta fiança possui um custo mais elevado, e onera a linha de crédito junto à instituição bancária. E em casos de descumprimento, a instituição bancária arcará com toda a dívida, mas fará a cobrança da empresa segurada. 

Enquanto isso, o seguro garantia possui taxas mais baixas, e a empresa segurada paga um valor de mensalidade para a seguradora, sem onerar linhas de crédito ou fluxo de caixa da companhia. 

Além disso, existe outra questão que afirma a diferença entre a fiança bancária e o seguro garantia, sendo a continuidade dos serviços firmados em acordo. 

No caso da fiança bancária, cabe ao banco toda a responsabilidade de contratação de um novo prestador de serviços, para dar continuidade ao acordo firmado. Mas para o seguro garantia, não existe interrupção dos serviços que estão sendo prestados, já que a seguradora é a responsável pela gestão do contrato. 

Porque o seguro garantia é a melhor opção?

Para as empresas que estão na dúvida sobre a contratação da carta fiança bancária ou do seguro garantia, por serem produtos com características semelhantes, é importante observar as vantagens oferecidas por cada modalidade. Veja a seguir:

Custo x benefício

Esse é um dos principais pontos que devem ser observados na hora da escolha entre a fiança bancária ou seguro garantia

As taxas envolvidas no seguro garantia são menores que as oferecidas na carta fiança, o que pode trazer uma economia para a empresa. 

A média das tarifas na apólice convencional são de 0,3% a 3%, enquanto na carta fiança estão a partir de 3%, podendo chegar até 7%.  

Facilidade no processo de contratação

A contratação da carta fiança é feita por meio de uma instituição bancária, o que pode resultar em processos mais burocráticos e longos. 

Enquanto isso, o seguro garantia é feito diretamente com uma corretora, com um processo totalmente digital. 

Contratação sob medida

A carta fiança conta com um processo de contratação tradicional, envolvendo dinâmicas e produtos sem possibilidade de customização. 

Logo, na maioria das vezes, o produto não atende em totalidade as necessidades da empresa. 

Por outro lado, com o seguro garantia, a adesão é feita de acordo com as especificações de cada cliente, ficando sob medida para cada modelo de negócios. 

Flexibilidade na negociação das coberturas

Por fim, uma vez que o seguro é um produto customizável, possibilita que a empresa negocie coberturas mais interessantes para as suas necessidades. 

No entanto, as cláusulas presentes na carta fiança bancária não são passíveis de negociação. 

E o melhor valor? Fiança bancária ou seguro garantia?

valor fiança bancária

Para calcular o valor da carta fiança bancária, é necessário considerar alguns fatores, como: 

  • Qual será a garantia do banco;
  • Taxa por ano bancária;
  • Vigência contratual. 

Enquanto isso, para que seja possível determinar o preço da apólice, é necessário realizar a multiplicação de ambos os valores. 

Por exemplo, se a empresa necessita de uma garantia no valor de R$200.000 por um período de 5 anos, com uma taxa bancária de 2,5%, o valor será de:

carta fiança = (200.000 x 5 x 2,5%) = R$25.000

No entanto, esses resultados podem sofrer variações entre as instituições bancárias, principalmente em relação às taxas anuais. 

Já no seguro garantia, o cálculo considera apenas dois fatores:

  • Tipo de garantia;
  • Saúde financeira da companhia. 

Seguindo o mesmo exemplo, caso a empresa necessite de uma garantia de R$200.000 e a taxa negociada for de 2,5%, o custo do seguro será de R$R$5.000. 

Dessa forma, se houver dúvidas entre a carta fiança bancária ou seguro garantia, vale a pena entender os custos envolvidos e os benefícios a curto, médio e longo prazo. 

Fiança bancária ou seguro garantia: qual escolher?

Depois de conhecer as principais diferenças, é possível optar pela carta fiança bancária ou seguro garantia. 

No entanto, vale observar que podem existir mais vantagens na contratação do seguro garantia, principalmente na questão de valores e segurança.

Além disso, surgem outras vantagens que tornam o seguro garantia ainda mais interessante para sua empresa: 

  • Preservação do caixa da empresa;
  • Não onera os limites bancários ou linhas de crédito;
  • Conta com o melhor custo x benefício;
  • A apólice pode ser personalizada, de acordo com a necessidade da sua empresa;
  • Contratação rápida e online. 

Quem pode contratar a apólice de seguro garantia?

A contratação do seguro garantia pode ser feita por qualquer empresa ou segmento. Entre os ramos que mais procuram esse tipo de apólice destacam-se:

  • Construtoras;
  • Empresas terceirizadas;
  • Indústrias;
  • Órgãos públicos e privados. 

Para iniciar o processo, é realizada uma análise da saúde financeira da empresa, de forma que seja possível certificar que a empresa esteja apta ao pagamento do valor do seguro. 

Além disso, a seguradora solicita alguns documentos comprobatórios da sua atividade e da saúde financeira, como:  

  • Ficha cadastral;
  • Histórico empresarial;
  • Balanços comerciais, entre outros. 

Contrate o seguro garantia com a nossa parceira, Mutuus

seguro garantia com a Mutuus

Depois de escolher entre fiança bancária ou seguro garantia, procure por uma empresa de confiança, como a Mutuus Seguros

Nós podemos indicar a melhor solução de acordo com as necessidades do seu negócio, oferecendo um produto totalmente personalizado. 

Ainda, é possível contar com outra facilidade, uma vez que toda a contratação é feita por uma plataforma totalmente digital, com etapas simples e o fornecimento de apenas alguns dados, como: 

  • CNPJ;
  • Valor para a garantia;
  • Período de vigência contratual. 

Você poderá realizar a cotação pela nossa plataforma, sendo atendido por um corretor, responsável por tirar suas dúvidas e oferecer todo o suporte necessário. 

Ou se preferir, a contratação pode ser feita diretamente pelo nosso e-mail ou WhatsApp para propostas simplificadas.

Venha conhecer nossas soluções e adquira seu seguro garantia o quanto antes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Compartilhe este conteúdo
Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on linkedin
LinkedIn